sexta-feira, 19 de setembro de 2014

19 de Setembro - Nossa Senhora de La Salette

Nossa Senhora em Sua aparição de La Salette,
chorou durante todo o tempo em que falou
Hoje completam 168 anos das aparições de La Salette. Depois de tantos anos, que terá sido feito dos pedidos e advertências de Nossa Senhora? Ela nos veio em La Salette como a Senhora Lacrimosa, como a Mãe que chora o esquecimento e ingratidão de Seus filhos. Nossa Senhora vem e traz uma Mensagem forte para todos os tempos. E nós damos ouvidos às Suas palavras ?

Como os meninos viram primeiramente Nossa Senhora
na tarde de 19 de setembro de 1846


Melanie e Maximino eram duas crianças camponesas de corações puros e humildes. Na tarde de 19 de setembro, avistam uma Luz e se acercam dela com medo para ver do que se trata. Eis que a Luz toma a forma de uma Bela Senhora que está sentada numa pedra, com os cotovelos apoiados nos joelhos e as mãos cobrindo o rosto e que chorava com grande dor.  Os dois jovenzinhos se assustam e se perguntam o que Aquela Senhora estava fazendo chorando num lugar como aquele. Conta-nos Melanie: "Ela tinha a atitude de uma pessoa profundamente aflita. (...) Pensávamos que era uma mamãe a quem os filhos tinha espancado e que se havia refugiado aí para chorar."
Nossa Senhora diz: “Vinde meus filhos, não tenhais medo, estou aqui para vos anunciar uma grande notícia. Se meu povo não quiser se submeter, fico obrigada a deixar o braço de meu Filho golpear. Ele é tão pesado e tão grave, que não posso mais segurá-lo. Há muito que sofro por vossa causa. Se quero que meu Filho não vos abandone, estou obrigada a rezar a Ele sem cessar, por vossa causa. Mas vós não fazeis caso”.
Eis o apelo de nossa Mãe Celeste: que nos convertamos e não ofendamos mais o Seu Filho e assim, não provoquemos o justo castigo por nossos pecados. Mas, Ela é a Soberana do Céu, que ganha vindo nos admoestar e avisar aqui na Terra? Nada. Ela vem apenas por Amor. Correspondamos este Amor, agradeçamos Sua visita à Terra em La Salette há 168 anos atrás.

Salve Maria Imaculada!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Femininas e Marianas




Santa Bernadete

Beata Jacinta

Santa Gianna Beretta



É muito mais fácil crer que um boi virará passarinho do que uma imodesta virará santa!
Mudem enquanto há tempo! Busquem entre as santas a que seguiu o modernismo! Vejam como a roupa modesta realça a feminilidade, enquanto que a roupa imodesta só transmite sensualidade e podridão! Mulher, larga de ser animal bruto e passa a ser Filha de Maria, a Mãe da Modéstia!

Salve Maria Imaculada!

domingo, 13 de janeiro de 2013

Catequese de Maria: 5ª aula - Modéstia no pensar


“Quem como Deus?”

                 Só Deus, filhinha Minha, só Deus.”

                 “Ave, ó Maria Aparecida, nossa Padroeira, abençoai-nos!”

                 Sim, abençoo-te e a todos de tua família.”

                 “Falai, Senhora, Vossa serva escuta.”

                 Minha filhinha, hoje é a nossa quinta aula sobre modéstia. Tua Mãe vai ensinar-te sobre a modéstia no pensar. É o remate de todas as aulas que te dei. Te explicarei porquê.

                 Filhinha Minha, Eu, tua Mãe, sempre pensava nas coisas de Deus com muito Amor, se pensava nas criaturas era por caridade, para agradar a Deus.

                 Pensamentos modestos são pensamentos sinceros, íntegros. Devo alertar-vos de que o demônio também gosta de sugerir-vos algo na mente. Se Deus for pensamento fixo em vós, conseguireis reprimir os pensamentos maldosos.

                 Vossa maneira de pensar diz muito de vós. Se vós pensais só nas coisas do mundo, sois mundanos, se vós sois de Deus, tereis pensamentos modestos. O modesto tende a procurar maneiras de agradar a Deus sem chamar atenção de ninguém, tende a ser pequeno e anulado. Quem anula-se, enche-se do Amor de Deus. Eis porque o modesto é um santo. E os seus pensamentos são sobre Seu Objeto Amado: Deus.

                 Os pensamentos santos santificam a pessoa; dos pensamentos nascem os desejos, desejo de se santificar, de ser do agrado de Deus. Compreendes Minha filhinha? Esta doutrina pode ser o princípio de todas as outras. Se vos esforçardes, filhos, por pôr em prática as outras doutrinas, sem vos esforçardes nesta, de nada adiantará.

                 O vosso modo de pensar repercute em todo vosso ser. Se alguém vive a pensar no mundo, dificilmente irá perdurar no serviço de Deus. Procurai manter-vos fixos em Deus.

                 Se vós pensais muito em algo, quer dizer que deles estais enamorados, sim? Um pensamento que abriga Deus constantemente, faz crescer o Amor por Ele e quem ama Deus faz o que é de Seu agrado.

                 Compreendam, filhos, quão importante é a modéstia no pensar. Se vós sentirdes que vossa imaginação muito voa, não vos deixa concentrar-se, pensai em Deus e vossa desconcentração vai embora. Se mesmo assim não conseguis, lutai convosco mesmos. Há duas alternativas para isto acontecer: 1- o demônio vos perturba a mente; 2- Não estais guardando a modéstia dos olhos nem do falar, como já vos ensinei.

                 Tentai, filhos, vencer a vós mesmos. Deveis começar pelo vosso interior. Não deixeis que vosso pensamento vagueie livremente. Controlai-o. Colocai-lhe um cabresto, amansai-o. Dominai-o, sois senhores.

                 Um pensamento desatento em Deus incorre em todos os tipos de imodéstias. O descontrole interior desaba para o exterior.

                 Então, não conseguireis acalmar vossos ímpetos de cólera, então falareis o que não devíeis, então não vos comportareis como devem e lá se vão todos os esforços em serem modestos exteriormente.

                 Modesto é aquele que sabe dominar-se. Pensai em vosso Amado Deus quando estiverdes para derramar vossa cólera, pensai que não merece ser infligido assim. Pensai como agiria Jesus, vosso Deus, naquela ocasião.

                 Eu, vossa Mãe, vos abençoo. Fiquem com a Minha Paz, a Minha Paz vos dou.”

 

Maria Aparecida do Brasil

12-10-12

Catequese de Maria: 4ª aula - Modéstia no Vestir


“Quem como Deus?”

                 Só Deus, filhinha, só Deus.”

                 Senhora Maria?”

                 Aqui Estou, filhinha. Venho dar-te os recados do Altíssimo.”

                 “Falai, Senhora. Vossa serva escuta.”

                 Esta é a nossa quarta aula sobre a modéstia. Como publicaste aquela (1), venho dar-te as outras. Hoje será sobre a modéstia no vestir.

                 O vestuário, filha, é muito importante para Deus, ao contrário do que muitos pensam. Do mesmo jeito que é na Terra, onde a roupa distingue as pessoas, a roupa distingue os filhos de Deus dos pagãos.

                 A calça, Minha filha, é muito imodesta. É a arma do demônio para seduzir os corações dos homens, para levá-los ao adultério, porque disse Meu Filho: “Ai do homem que deseja uma mulher no coração, já adulterou com ela em seu coração.”. Há tantas almas, filha, que vão para o inferno por este pecado hoje em dia! Homens casados deixam-se levar pelas seduções malignas. Mesmo os solteiros, se cobiçam uma mulher com desejo malicioso, pecou em seu coração. O adultério é pecado mortal. O homem solteiro não é dono da mulher que cobiça, mas pensa nela como se fosse sua, isto é adultério. Roubo e pecado da carne, dois pecados num só. Se é tão criminoso desejar, como não o será seguir os seus desejos? Não são poucos os que o fazem hoje em dia. Minha filha, a mulher é a grande culpada, como o foi Eva pela ruína de todo o gênero humano. O diabo ofereceu-lhe a maçã e ela comeu, aceitou-a. Depois, deu a provar ao homem. Hoje, a mulher aceita as sugestões malignas da moda e dá ao homem ocasião de pecar junto com ela. E assim são muitos homens arrastados ao inferno por uma mulher mal vestida. No inferno, a pena da mulher é dupla. Por cada homem que ela levou, sua pena é aumentada.

                 Eu Sou Maria, a Mulher por excelência. Fui dada como exemplo para todas as mulheres. Sigam-Me, filhas, e sereis santas de corpo e de alma. Não useis vosso corpo como instrumento de pecado. Digo-vos, filhinhas, que sereis como Anjos na Terra, vestindo-se decentemente por Amor a Meu Jesus e a Mim. Cada mulher mal vestida é um flagelo para Meu Jesus e um espinho no Meu Coração, este Coração que tanto vos ama.

                 Do mesmo jeito que fui chamada a trazer a salvação, vós também sois chamadas. E sabeis por quê? Vós podeis salvar vossos irmãos pelo bom exemplo. Principalmente vós, mulheres. Tendes a missão de corredentoras Comigo. Sereis anjos da guarda, sereis Minhas filhas prediletas, sereis salvadoras e herdeiras do Céu. Tudo isto sereis por uma escolha modesta no vestuário.

                 Vós, minhas virgenzinhas, vesti-vos como Eu. Mostrai ser Minhas filhas, imitando-Me. Sois chamadas ao matrimônio? Santificareis a vós mesmas e aos vossos maridos, sendo modestas de corpo e alma, guardando a Pureza para este estado a que Deus vos chamou. Filhos de pais santos são santos. Assim, sereis uma família toda do Céu.

                 Minhas filhas, compreendei que vossa Mãe quer vosso bem. Não é filha de Deus quem o envergonha e desobedece. Leiam Deut. 4,5. Deus vos pede a modéstia, a Pureza, porque Ele é Espírito Puro. Tenhais, filhas, o cuidado de seguir Meus conselhos e sereis salvas, porque Eu tenho palavras de Vida.

                 Usai vestidos modestos que cubram vosso corpo, Templo do Espírito Santo. Vede, filhas: O Sacrário é todo guarnecido porque guarda o Rei dos Reis. Guarnecei também vosso corpo que é de Deus, é Templo de Deus. Foi feito à Imagem e Semelhança d’Ele.

                   Tenhais, filhinhas, saias modestas que escondam vossas formas, de modo a não serdes pedra de tropeço para alguém.

                 O que é modéstia no vestir? É também o desuso de extravagâncias nos adornos e nas vestes. Usai, filhas, adornos modestos e vestes simples, não muito enfeitadas. O vosso enfeite e a vossa beleza estejam no interior e transparecerá também no exterior. Aprendei a modéstia com vossa Mãe e cobri a cabeça para falar com Deus. Usai véus, sim, filhas, porque assim é a vontade de Deus. E vereis que assim, vossa beleza feminina será muito realçada. O amor embeleza as criaturas, o amor pela vontade de Deus e não aqueles adornos vazios que em nada contribuem para a beleza interior que tanto agrada a Deus.

                 Olhai Minhas filhas que estão nos Céus, buscai também modelo nelas. Vejam que não há nenhuma imodesta Comigo, porque as imodestas não são Minhas filhas, não Me seguem e não as conheço.”

                 Senhora, quais são as regras para uma roupa modesta?”

                 Filhinha, que o vestido não mostre nada mais que o antebraço, não seja decotado, e seja abaixo dos joelhos no mínimo três dedos. Que ele cubra delicadamente as vossas formas, sem deixar transparece-las. A mesma regra para a blusa e para a saia.

                 Ser modesta, Minha filha, é difícil hoje em dia, por isto, há um prêmio maior para as que são modestas neste mundo se hoje.

                 Sou a Mãe das almas puras. Pureza também quer dizer modéstia, pudor. Eu as guardo e, quando preciso, carrego-as em Meus braços. Faço-as santas como Eu Sou, Eu, Sua Mãe.

                 Termina aqui nosso catecismo de hoje, filhinha. Um abraço em todas as Minhas filhas. Minha bênção de Mãe e Rainha: Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

                 Fique com Deus e a Minha Paz, filhinha.”

                 “Amém!”

Maria, Mãe da Modéstia. 08-10-12      

Catequese de Maria: 3ª aula - Modéstia nos Sentimentos


“Maria?”

                 Refaz as tuas orações.” (Refiz.)

                 “Senhora Maria?”

                 Aqui Estou, filhinha. Recebei Minha Mensagem.

                 “Falai, Senhora. Vossa serva escuta.”

                 Que tendes guardado em teu coração?”

                 O Amor a Jesus.”

                 Que mais?”

                 “O Amor a Vós, Senhora.”

                 Sim, filhinha, num coração onde habita o Nosso Amor, há todas as virtudes, se não desenvolvidas, ao menos florescendo. Compreendes? É um jardim bem irrigado aquele coração que nos acolhe.

                 Hoje é a terceira aula sobre a modéstia, filhinha. Sabes de que venho falar?”

                 A modéstia no amar?”

                 Não só no amar, filhinha. Em todos os sentimentos.”

                 Falai, Senhora, Vossa serva escuta.”

                 Pois bem, filhinha, comecemos nossa aula. Lembro-te de nossa aula passada, onde falamos da modéstia no agir. Eu, tua Mãe, Sou tua Mestra. Devo advertir-te que, concedendo-te o dom de Minhas Palavras, deves colaborar pondo-as em prática, sim?”

                 Sim, Senhora.” (1)

                 Então, prossigamos. O que é a modéstia no amar? Filhinhas, aprendei com vossa Mãe e não admiti ao vosso máximo amor as criaturas. Deveis dirigir todo vosso apego e exagero no amor a Deus só, porque por mais que O ameis não pagareis o Seu Amor infinito, mas as criaturas, que merecem de vosso amor? Só uma pequena parcela. E como ireis dar-lhes esta parcelinha? Amando-as porque Deus as ama, Deus, vosso Amado.

                 Por esta regra, ireis reger os outros sentimentos.

                 Vossa raiva, não deixeis que vos domine. Se já seguis a primeira regra que vos ensinei, do Amor a Deus, empenhai-vos para maneirar vosso instinto de cólera pelo Amado. Assim, sereis mansos e pacíficos porque o que ama assemelha-se ao Amado. Assim, rapidamente, sabereis ser modestos e moderar este vosso instinto. É trabalho penoso? Sim, Eu sei. Mas o Céu sofre violência, o Céu é dos violentos. Deveis fazer-vos violência para adquiri-lo.

                 Meus amados, vosso medo, sede modestos também nele. Não vos amedronteis por qualquer coisa. Tende confiança em Deus, a confiança gera o Amor. Pela primeira regra ireis também dominar este vosso instinto. Porque, amados, vos perturbares demasiadamente por algo? Acaso não sabeis que Deus é a segurança dos Seus? Sede modestos e moderai também vosso medo. O medo traz perturbação da alma. A alma perturbada não abriga Deus. Sede modestos, amados.”

                 Mãezinha, de quais medos Vós falais?”

                 Esta é a pergunta que esperava fazer.

                 Os medos de que falo são aqueles inúteis, que só perturbam a alma, em sua maioria são obra de satanás. Não deveis, filhos, ser exagerados em vossos medos. Medo de morrer, medo de algum bicho ou inseto, medo de espíritos, medo de escuro e tantos outros tipos de medo que só causam perturbação. Há aqueles que são úteis, os que contribuem para vossa salvação, e os deveis ter sempre. Esses não perturbam a alma. São: o medo do inferno, o medo de perder a graça e amizade com Deus, medo de não ter feito o necessário para chegar ao Céu. Todos estes são receios das almas humildes, que amam a Deus. Entendes?”

                 Sim, Mãezinha.”

                 Sejais, finalmente, filhos, modestos em vosso dissabor. Aquele, contra alguém.

                 Há os que após receberem uma ofensa, não demoram a vingá-la e não sossegam enquanto não fazem ao outro aquilo que sentiram. Não foi assim que Meu Filho vos ensinou. Disse Ele que a quem vos desse um tapa numa face, oferecêsseis a outra.

                 Sabei dominar vossos instintos e moderá-los para honra e glória de Deus.

                 Quando vos decepcionais, não rogueis praga ou vos fecheis numa tristeza sem fim, mas conformai-vos porque assim foi vontade de Deus.

                 Se vos entristeceis demais por uma criatura vos ter decepcionado, significa que depositáveis nela todo o Amor e não em Deus. Só Deus não vos decepciona.

                 A tristeza excessiva não é boa para a alma e não vem de Deus. Ela vos leva ao pai das mentiras que vos leva a pensar várias asneiras e daí vem muitos pecados e, quando não, consegue que a alma fique fria com Deus.

                  Não permitais, filhos, que vos domine algum instinto, algum sentimento, tudo moderai por aquela regra que vos dei, a do Amor a Deus.

                 Percebeis, filhos, como o Amor é importante? Encerra em si todas as virtudes.

                 A saudade também pode ser moderada por aquela regra e assim todos os demais sentimentos.

                 Filhinhos, vossa Mãe com muito amor vos abençoa: Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Fiquem na Minha Paz.”

 

Maria, Mãe da Modéstia.

30-09-12
NOTAS:

1- Nossa Senhora me chamava atenção para que praticasse melhor Sua doutrina.

Catequese de Maria: 2ª aula - Modéstia no agir


“Quem como Deus?”

Só Deus, querida, só Deus.”

                 “Falai, Senhora, Vossa serva escuta.”

                 Filhinha, hoje é a nossa segunda aula, vamos falar da modéstia no agir

                 Filhinha, grande parte do que falarei será exemplo de Minha Vida Santíssima, que Eu vivi na modéstia do ser e do agir.

                 Grande é o agrado de Deus pelas almas modestas e humildes!

                 A modéstia no agir revela-se nos atos comedidos, pensados, sem extravagâncias. Vós, filhinhas, precisais muito mais praticá-la que os homens. Eis porquê não têm tanto senso de modéstia como vós, mas hoje se tornam mais modestos que vós. Tristemente, filhinhas, perdestes o bom senso e a virtude e andais por aí como pagãs. Revelai que sois cristãs sendo exemplos de Minha Vida.

                 Eu vivi com grande controle dos olhos: olhava com cuidado e discrição, na maior parte do tempo permanecia com os olhos baixos. Não os virava a qualquer chamamento curioso, antes procurava saber se Me era seguro virá-los. O virar rapidamente os olhos a qualquer toque de curiosidade é grande sinal de falta de modéstia. Dominai esta pequena coisa para ir às grandes.

                 Não procureis com os olhos saciar vossa curiosidade, antes procurai conservá-los puros e castos para que assim também seja a vossa alma.

                 Minhas filhinhas Religiosas, deveis ser o exemplo de Minha Vida, deveis ser a Minha cópia perfeita. Atendei a este pequeno detalhe principalmente vós, que pelo vosso exemplo, outras almas chegarão a ser modestas.

                 Falo agora da maneira de falar, eis que esta aula é um complemento da primeira. Sejais, filhos, calmos e mansos em vossa maneira de falar. Não vos precipiteis em gritos, quando não o for necessário. Quando necessário for que levanteis a voz, fazei-o de modo a não perder a paz interior. Fazei-o em nome da caridade verdadeira, que aperfeiçoa tudo quanto fazeis. Digo isto aos pais, aos responsáveis, aos que exercem cargo de superior. Quando não, é melhor que vos mantenhais sempre calmos e serenos em vosso falar.

                 Devo também falar que vossa maneira de andar também diz muito de vós. Andai formosamente aos Olhos do Senhor, sem intenção de agradar a outros olhos. Quando o fazeis, incorreis em pecado. Porque fazendo isto imputais malícia ao vosso ato. Não mancheis, filhas Minhas, vossas almas que Me são muito caras, com estes vis pecados. Eu, vossa Mãe, vos aconselho que guardeis a modéstia em vosso andar.

                 Filhas, sede modestas em vossos gestos. Eu, Maria, nunca fiz gesto sequer que rebaixasse alguém ou escandalizasse os pequeninos. Nunca, com os Meus gestos, dei lugar ao pecado.

                 Sejais assim também, filhinhos, que asseguro-vos: sereis santos e levareis os outros a sê-lo, vendo a modéstia de vosso olhar, de vosso andar, de vosso falar, do vosso agir, convencer-se-ão de seus pecados e serão sabiamente admoestados a mudarem de vida.

                 Sejais, filhinhas, também modestas nos vossos afazeres. Se possível, escolhei os trabalhos que mais vos desagradar. Sejais precisas e pontuais no que fazeis. Não deixeis a desejar mas também não rebaixeis os outros. Em tudo sede cópias fiéis Minhas.

                 Fazei tudo o que tendes para fazer. Fazei vossos deveres modestamente, humildemente, como um servo obedece a seu senhor, e acrescentareis um nível de perfeição em vossas obras.

                 Por hoje é só, filhos. Deixo-vos Minha bênção de Mãe e Rainha: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.”

                                                                                                Maria, Mãe da Modéstia.

25-09-12

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Palavras de Jesus à Santa Ângela de Folígno

Atenção, mulheres cristãs, moças, meninas, leiam aqui as Palavras de Jesus à Santa Ângela de Folígno, penitente da Ordem Terceira Franciscana, grande mística e teóloga.

Por amor a Jesus e a Maria, deem atenção ao recado do Céu.


Salve Maria Imaculada!